.

ONU

video

A discriminação

video

O sentido

video

A via do contacto para ambos

video

Bem-vindo Angel'Surdos

video

O encontro de Natal LGBTS 2009

video

A reunião de Angel'Surdos

video

Direitos LGBT nas Nações Unidas 2008

Grupos de gays, lésbicas, bissexuais e transexuais ainda experimentam discriminação no acesso o status consultivo da ONU.

Nova York (Estados Unidos): O Comitê das Nações Unidas sobre Organizações Não-Governamentais recusou o status consultivo no Conselho Econômico e Social da ONU (ECOSOC) para três grupos de gays, lébicas e transexuais. Em um empate durante votação, o comitê recomendou negar status consultivo da ECOSOC à federação GLBT espanhola - Federación Estatal de Lesbianas, Gays, Transexuales y Bisexuales (FELGTB). O comitê também adiou a consideração de duas outras federações nacionais de GLBT: COC (Cultuur en Ontspanningscentrum) da Holanda e ABGLT (Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais) do Brasil que foi adiada pela segunda vez. Ambas ONGs serão portanto reconsideradas na próxima sessão do comitê em Maio.

As três organizações solicitaram status consultivo no ECOSOC na ONU, um status observador que permite às Organizações Não-Governamentais participarem das sessões da ONU.

Nas sessões de janeiro do comitê ONG ECOSOC 19 países revisam solicitações e recomendações que são então posteriormente aprovadas ou rejeitadas pela totalidade dos componentes do ECOSOC com 54 membros.

Bem-vindo aos Surdos LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros)